19 de março de 2013


Atentados matam 50 no Iraque

Ataques, principalmente a alvos xiitas, deixaram 171 feridos.
Eles ocorrem às vésperas do aniversário de 10 anos da invasão americana.


Pelo menos 50 pessoas morreram e outras 171 ficaram feridas em uma série de atentados em Bagdá e no centro do Iraque nesta terça-feira (19), segundo fontes médicas e de segurança.
Houve 20 explosões e vários ataques a mão armada, principalmente contra muçulmanos xiitas
Os ataques ocorrem na véspera do aniversário de 10 anos da invasão americana ao Iraque.
Após os atentados, as forças de segurança aumentaram os controles nos espaços públicos e fecharam algumas avenidas, o que agravou os habituais engarrafamentos matutinos em Bagdá.
Moradores observam destroços de carro-bomba nesta terça-feira (19) em Bagdá, capital do Iraque (Foto: AFP)
Nenhum grupo reivindicou imediatamente os atentados.
Mas insurgentes islâmicos sunitas ligados à rede terrorista da Al-Qaeda intensificaram ataques a alvos xiitas desde o começo do ano, em uma campanha para alimentar a tensão sectária e minar o governo do primeiro-ministro Nuri al-Maliki.
Uma década depois de os EUA e tropas ocidentais invadirem o Iraque e removerem Saddam do poder, o Iraque ainda enfrenta dificuldades com uma insistente insurgência, fricções sectárias e instabilidade política entre facções xiitas, sunitas e curdas.