15 de março de 2013

ANP vê arrecadação mínima de R$1,5 bi a R$2 bi com rodada de petróleo


RIO DE JANEIRO, 13 Mar (Reuters) - A Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis(ANP) espera arrecadar pelo menos entre 1,5 bilhão e 2 bilhões de reais com a 11a rodada de licitações de áreas para exploração de petróleo, disse nesta quarta-feira o diretor do órgão regulador Helder Queiroz.
"Se todas as áreas saírem pelo lance mínimo, a arrecadação seria de 620 milhões de reais, mas esperamos algo superior dado o potencial competitivo", disse Queiroz a jornalistas durante um evento do setor petrolífero no Rio de Janeiro.
O diretor afirmou ainda que o montante previsto seria de 1,5 bilhão a 2 bilhões de reais --montante que "pode ser até conservador". "Podemos ter uma grata surpresa e pode ser até acima disso. Diria que o piso é entre 1,5 bilhão e 2 bilhões de reais, dada a atratividade", acrescentou.
A ANP relatou que já registrou o interesse de 36 empresas pela 11a rodada, sem revelad nomes.
A rodada agendada para maio marcará a retomada dos leilões de áreas de petróleo, que não são realizadas no país desde 2008.
A ANP divulgou na terça-feira o edital e o modelo de contrato da 11a rodada, oficializando a adição de 117 blocos aos 172 que já estavam previstos no pré-edital. Ao todo, serão ofertados 289 blocos em 23 setores, cobrindo 155,8 mil quilômetros quadrados, distribuídos em 11 bacias sedimentares.
(Reportagem de Rodrigo Viga Gaier; Texto de Laiz de Souza)