16 de março de 2013


Adolescente é encontrada morta em casa em Porto Velho

Arma foi encontrada ao lado do corpo da menina de 12 anos.
Pai da vítima, a quem pertencia revólver, deverá responder por porte ilegal.


Uma menina de 12 anos foi encontrada morta com um tiro na cabeça na noite desta sexta-feira (15) em Porto velho (RO). Ao lado do corpo, havia um revólver calibre 38 com uma munição deflagrada.
A arma pertencia ao pai da vítima. Segundo a polícia, ele informou que, ao sair de casa, havia proibido a filha de usar o computador devido ao baixo desempenho na escola. A arma não possuía documentação. O homem foi preso em flagrante por porte ilegal de arma, mas pagou fiança e foi liberado. O caso aconteceu no Bairro Agenor de Carvalho, em Porto Velho.
À policia a madrasta da adolescente contou que, por volta das 20h30, ela e o marido tiveram uma conversa com a menina para que ela melhorasse o seu desempenho na escola. Os pais, então, decidiram proibir a garota de usar o computador.
Em seguida, a madrasta e o pai saíram para jantar e, ao retornarem, cerca de três horas depois, disseram ter encontrado a menina caída no quarto do casal, com a arma ao lado do corpo. O homem afirmou ser o dono da arma, mas disse que não sabia que a filha tinha conhecimento do local onde a guardava.
Uma carro da polícia, que fazia ronda próximo ao local da ocorrência, foi acionado e solicitou socorro ao Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que constatou a morte da menina ao chegar à casa.
Diante da falta de documentação do revólver, o homem foi preso em flagrante por porte ilegal de arma. Encaminhado à Central de Polícia, ele foi liberado após prestar esclarecimentos e pagar fiança. O caso foi registrado como suicídio.